História

SOS Arte PT é uma associação de artistas para artistas. Acreditamos que a arte é um bem de primeira necessidade.

A Comissão Instaladora do SOS Arte PT – Margarida Sardinha, Luísa Burigo, António Cerveira Pinto, Nuno Sacramento, Regina Frank, Thuy Tien e Tiago Duarte – apelam à união de todos os artistas e de todas as plataformas neste tempo extremamente difícil. 

Artistas conceptuais, ceramistas, pintores, escultores, artistas digitais, ‘performers’, joalheiros, artistas transversais a várias disciplinas, todos partilhamos as mesmas necessidades e enfrentamos as mesmas dificuldades. Sendo o trabalho do artista normalmente um acto solitário, apelamos a uma união forte neste sector, para que assim possamos promover e defender uma vida profissional digna, vendo o nosso trabalho devidamente remunerado e respeitado pela comunidade e pelas instituições, como merece.

O movimento SOS Arte PT foi iniciado em Março de 2020 por 630 fundadores, contando com 1.500 profissionais das artes no grupo do Facebook entretanto criado, e ainda 3.000 seguidores da página que mantém no mesmo Facebook. 

Tal como todos os movimentos, já sofreu metamorfoses. 

Mais mutações criativas serão bem-vindas. 

O SOS Arte PT tem como função primordial apoiar e fomentar a interação entre artistas e profissionais das artes com vista a ultrapassar a situação precária em que a maioria dos artistas se encontram, nomeadamente por causa do estado de emergência mundial causado pela pandemia e da profunda recessão económica esperada. Para tal foram desenvolvidas em 2020 várias iniciativas: 

— um Helpdesk para ajudar a preencher candidaturas a programas de apoio, 

— uma bolsa de ateliers de acesso temporário gratuito, 

— conversas online dedicadas a esclarecimentos profissionais no sector das artes visuais

—  a exposição (Sem Limites), que deu lugar a vendas de obra de arte, sem intermediários nem comissões, tendo por objetivo principal apoiar os artistas nesta fase de precariedade extrema.

A exposição Sem Limites constitui o maior “acervo” representativo da actividade artística realizada em Portugal durante a pandemia provocada pelo vírus Covid-19.

No dia 25 de Setembro a exposição Sem Limites inaugurou no Fórum da Maia com uma obra representativa de cada artista participante, e ainda um colóquio que permitiu aos curadores da exposição comunicaram as suas visões sobre uma exposição que dinamizaram ao longo de vários meses, fomentando a partilha de experiências criativas durante a pandemia. A mostra de A-Z esteve patente no Fórum da Maia até 18 de Outubro de 2020.

%d bloggers like this: